quarta-feira, 3 de julho de 2013

Aqua o que?

Você sabe o nome daquela modalidade onde se nada 600 metros e corre 3km? Se você disse Aquathlon, parabéns, acertou! Se você disse Biathlon, parabéns, você deve esquiar e atirar de rifle muito bem! O Biathlon na realidade é uma prova que combina Esqui Cross-Country + Tiro (Carabina .22) e é uma prática de países nórdicos e/ou com muita neve.

As distâncias mais comuns do Aquathlon são essas mencionadas acima, sendo que existem provas com 500 metros de natação e 5km de corrida. Essas provas são a porta de entrada de vários atletas para o mundo do triathlon. Inclusive, Juraci Moreira, atleta renomado de triathlon, com 3 participações em Olimpíadas e 1 Panamericano, começou assim.
Existem etapas estaduais desse esporte, sendo Rio de Janeiro e Paraná os estados que mais realizam esse tipo de prova. Há também um mundial de Aquathlon. Uma vez por mês, o ITU (International Triathlon Union) realiza uma prova de triathlon olímpico (explicarei sobre distâncias em um próximo post), contando sempre com atletas de elite. A "abertura" dessa prova, conta com um aquathlon de 1000m de natação e 5km de corrida. Em 2012, 30 brasileiros participaram da etapa de Auckland - Nova Zelândia.

Eu já participei de 2 provas dessas. Gosto do fato da natação ser curta, ou seja, dá para pegar mais pesado sem problemas que não irá atrapalhar na hora da corrida. A corrida também é curtinha, quando você vê, já está no km 2, quase acabando a prova. O que é ruim é que a prova é muito curta, 30 minutinhos e já acabou, então a prova inteira é feita em ritmo intenso. Outra coisa que eu não gosto muito, porém não me afasta da prova, é o clima. Moro em Curitiba. A chance de acordar e o tempo estar fechado é enorme. Como a natação, pelo menos das vezes que eu participei, é em piscina aberta, o frio e a água mais gelada judia mesmo nessa hora. Na hora da corrida não tem nem como pensar no frio. À partir do momento que começa a natação não tem nem como se incomodar em como está o clima, apesar que sempre acabo levando uma camiseta de manga comprida para a transição só por desencargo de consciência.
Como eu não estou acostumada a correr sem meia, prefiro não arriscar e apenas enfio as meias no pé de qualquer jeito. Para o tênis, acho bem interessante usar aqueles cadarços de elástico. Eles são super confortáveis e deixam o tênis bem preso ao pé. Só não pode testar pela primeira vez na hora da prova.
O cabelo para as meninas é um grande problema. Eu prendo  o cabelo como um rabo de cavalo, faço uma trança, prendo na ponta normal e enrolo o cabelo em um coque, sem prender com elástico, só prendendo com o próprio cabelo. Na hora de tirar a touca, o próprio coque se solta e você está com uma trança super gracinha. Na última prova coloquei uma headband enquanto estava correndo e super aprovei. Viseiras também são bem vindas. A roupa eu acho que é o item de maior importância. A minha assessoria esportiva fez um kit lindo, já com um macaquinho incluso. Eu adoro usar ele. É super prático e não me incomodo nenhum pouco com ele. Agora um segredo: as pessoas costumam não usar NADA por baixo dele. Isso mesmo, nada mesmo! Eu me senti muito "exposta". A minha primeira prova usei um maio por baixo e na segunda prova usei a parte de baixo de um biquini e um top de ginástica.

Acho muito legal e indico mesmo fazer essa prova. É nessa hora que colocamos em prática o treino e vemos que não é tão fácil assim, apesar da curta distância, do corpo se adaptar com a mudança rápida de uma modalidade para outra. Já estou de olho nas próximas provas!




6 comentários:

  1. Legal. Queria saber como era.

    600m na água fria? Estou fora, ao menos por enquanto.

    ResponderExcluir
  2. Oi Adolfo,

    A água geladinha é um pouco desanimador. Uma opção interessante é fazer revezamento.

    Abs,

    Júlia

    ResponderExcluir
  3. Que legal essaprova Julia.
    Se eu soubesse nadar (essa é uma das minhas vergonhas) rsrs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luiz,

      Não tem o porque se envergonhar. Muitos atletas começam bem tarde nessa modalidade.
      Como disse para o Adolfo no comentário acima, sempre tem uma solução. O revezamento. Alguém nada e você pode correr.

      Abs.,

      Júlia

      Excluir
  4. Júliah, gostei das suas dicas e admiro muito quem faça aquathlon ou triathlon. Eu sou uma negação nadando (e olha que peguei onde muito tempo) Mas, coordenar as remadas nunca foi meu forte. Quando vejo estou num zig-zag em alto mar.Uia!
    Fiquei sabendo por uma amiga (tbem blogueira, Andrea Pasold) que terá uma prova de aquatlon este final de semana. Tais sabendo?
    beijos e bons treinos.
    Helena
    correndodebemcomavida.blogspot.com
    @Correndodebem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Helena,

      Muito obrigada, fiquei muito feliz com seu comentário. A modalidade que eu mais gosto, e honestamente acho que sou exceção, é a natação. Não se preocupe, nessas férias fiz em torno de 7 travessias em alto mar e em todas aconteceu algo do tipo zig-zaguear, errar o caminho e coisas do tipo hahaha
      Honestamente, procurei mas não achei nenhum aquathlon nesse final de semana. Sei que amanhã terá uma prova de triathlon em Baln. Camboriú.

      Abs.,

      Júlia

      Excluir